Moto 1000 GP: Ramiro Gandola vence neste domingo(12/11), em Goiânia

Argentino confirmou seu campeonato na GP 1000 durante a corrida dois do GP Pirelli

A última corrida da temporada 2023 do Moto1000GP na categoria GP 1000 confirmou o primeiro título Brasileiro de Motovelocidade para Ramiro Gandola, da equipe Agem Racing Team, piloto de Resistência, na Argentina. Gandola largou na pole e ganhou a corrida neste domingo (12) no GP Pirelli. Pedro Lins (Centermoto Racing Team) e Gleidson Matsubara (Art Aston Racing Team), o Babinha, que estavam disputando o vice-campeonato, foram sexto e oitavo. Lins foi quem ficou com o segundo lugar na classificação geral.

Após a corrida dois da 6ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, Gandola falou sobre o título. “Trabalhamos muito durante todo o ano para conquistar o campeonato. Feliz em terminar 2023 assim. É um ano muito positivo para mim e agora vamos continuar trabalhando para o ano que vem ser de grandes coisas”, resumiu o campeão.

Ainda na primeira volta o argentino recuperou a posição após erro de frenagem do até então líder. Ganso também perdeu a posição para Marcelo Skaf (PRT/M78 Yamaha Racing), que vinha em terceiro. Com Gandola abrindo vantagem na ponta e o segundo lugar já encaminhado, a briga pelo terceiro lugar ficou com Skaf, Peri Cunha e Gleidson Babinha. Pedro Lins teve quebra de corrente em sua moto na volta sete, o vice campeonato ficou com Babinha até a última volta mas, ao cair na última volta, Lins reassumiu o lugar. Cunha (Team Bluefit Dezeró Racing) completou o pódio e Skaf foi quarto.

Na GP 1000 Open o título ficou com Breno Pinto (PRT/M78 Yamaha Racing), que chegou na quinta colocação na geral e venceu em sua categoria. Bruno “Gibi” Carvalho (Dazzi Racing), que tinha chance de ser campeão, não largou para a última prova do ano após problemas em sua moto na corrida de sábado (11). William Barros (Motobel Brothers) chegou em segundo e ficou com o terceiro lugar após seis etapas.

“É uma sensação inexplicável, porque a gente sofre muito durante o ano, com um acerto de moto, preparo físico, as distâncias que enfrentamos  para competir. Vamos para o ano que vem, com tudo começando do zero” declarou Breno Pinto, que levou o primeiro título de campeão brasileiro de motovelocidade para o Amapá.

Na GP 1000 Master o campeonato e a classificação tiveram o mesmo pódio com Luiz Ferraz em primeiro, Jirios Abboud em segundo e Pablo Nunes em terceiro. Para Ferraz, o desejo para 2024 é defender o título “Eu estou muito contente com o campeonato, que vem crescendo. Acredito que o ano que vem vai estar melhor ainda com mais pilotos, mais disputas, mais pegas, e mais praças de corrida. Espero poder participar novamente para defender o título.

GP 1000 – Resultado da prova deste domingo (12) após treze voltas
6ª Etapa Moto 1000 GP – GP Pirelli – Autódromo Ayrton Senna de Goiânia – Goiânia (GO)
1º) Ramiro Gandola (ARG/BMW), Agem Racing Team – 18m46s722
2º) Gustavo Manso (SP/Yamaha), PRT/M78 Yamaha Racing – a 6s755
3º) Peri Cunha (SP/BMW), Team Bluefit Dezeró – a 20s624
4º) Marcelo Skaf (SP/Yamaha), PRT/M78 Yamaha Racing – a 23s401
5º) Breno Pinto (AP/Open/Yamaha), PRT/M78 Yamaha Racing – a 46s974
6º) William Barros (DF/Open/Kawasaki), Motobel Brothers – a 47s265
7º) Luiz Ferraz (SP/Master/BMW), Procomps XI Race Team – a 49s395
8º) Eduardo Marques (GO/Open/Kawasaki), Motobel Brothers – a 56s657
9º) Jirios Abboud (MG/Master/Kawasaki), Norte Minas Racing Team – a 56s814
10º) Alexandre Ayabe (MS/Kawasaki), Art Aston Racing Team – a 1m17s126
11º) Pablo Nunes (SC/Master/Yamaha), PRT/AD78 Yamaha Racing – a 1m17s206
12º) Gleidson Matsubara (MT/Kawasaki), Art Aston Racing Team – a 1 volta
13º) Alexandre “El Toro” José (MG/Master/Yamaha), Procomps XI Race Team – a 1 volta
14º) Daniel Morais (GO/Open/BMW), W Vaz Racing – a 1 volta
15º) Celso Filho (DF/Open/BMW), Motobel Brothers – a 1 volta
16º) Michel Abboud (MG/Master/Kawasaki), Norte Minas Racing Team – a 1 volta
17º) Alan Dantas Souza (BA/Open/Kawasaki), 77 Galego Race Team – a 1 volta
18º) Elvis “Carneirinho” Machado (MS/Open/Kawasaki), Dazzi Racing – a 2 voltas
19º) Marcelo Miarelli (SP/Ducati), Team Bluefit Dezeró – a 5 voltas
20º) Pedro Lins (RJ/BMW), Centermoto Racing Team – a 6 voltas
Não Classificados (50%= 7 voltas)
Fernando Araújo Jr. (Mt/Open/BMW), MT Poços Artesianos – a 7 voltas
Caio Cordeiro (RJ/Kawasaki), W Vaz Racing – a 10 voltas
Hugo Barbosa (MT/Open/Kawasaki), 77 Galego Racing Team – a 11 voltas

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *