juan-2Bsolarna

Argentinos da GP 600 comemoram dobradinha no GP Curitiba

Juan Solorza (52)

Juan Solorza chega à segunda vitória em duas corridas disputadas no Moto 1000 GP. Pedro Sampaio diminui vantagem do líder

Fonte: Grelak Comunicação
Em sua segunda participação no Moto 1000 GP, Juan Solorza obteve neste domingo (26) a segunda vitória na categoria GP 600. O piloto argentino da Solorza Competition cumpriu à risca sua estratégia de corrida e ocupou o degrau mais alto do pódio do GP Curitiba. A prova no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), teve pilotos argentinos na segunda colocação – Sebastian Martínez foi o segundo colocado.
Três pilotos brasileiros completaram o pódio da antepenúltima corrida do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. O gaúcho Pedro Sampaio, da Fábio Loko, terminou em terceiro, à frente do paranaense Joelsu “Mitiko” da Silva, da Paulinho Superbikes, e do paulista Matheus Oliveira, da Procomps Racing Team. Faltando duas etapas para o término da temporada, quatro pilotos ainda têm chance de conquista do título da GP 600.

O GP Curitiba não teve participação do uruguaio Maximiliano Gerardo, líder da temporada. Envolvido com sua estreia na motovelocidade europeia, o piloto da MGBikes Yamaha Racing abriu mão de participar da etapa. Ele já tem presença confirmada nas duas últimas etapas da quarta temporada do Moto 1000 GP – a próxima delas vai levar a competição de volta a Santa Cruz do Sul (RS) nas provas marcadas para dia 23 de novembro.

Gerardo mantém a liderança da GP 600 com 102 pontos. Sampaio, vice-líder, reduziu sua desvantagem em relação ao uruguaio de 29 para 13 pontos. Silva segue em terceiro na tabela com 84 pontos, enquanto o paulista André Veríssimo, também da MGBikes Yamaha Racing, foi a 68 com seu sexto lugar no GP Curitiba. São os quatro pilotos que mantêm chances de conquista do título da GP 600, categoria implantada em 2012.

MOTO 1000 GP – GP CURITIBA/GP 600
(Resultado final da corrida após 16 voltas)
1º) Juan Solorza (ARG/Yamaha), Solorza Competition, 23min01s811
2º) Sebastian Martínez (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 2s760
3º) Pedro Sampaio (PR/Kawasaki), Fábio Loko, a 3s000
4º) Joelsu da Silva (PR/Kawasaki), Paulinho Superbikes, a 10s445
5º) Matheus Oliveira (SP/Kawasaki), Procomps Racing Team, a 24s631
6º) André Veríssimo (SP/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 35s472
7º) Sérgio Laurentys (SP/Kawasaki), M2B Racing, a 46s780
8º) Lucas Bittencourt (PR/Kawasaki), Motul-DL Industries Motorsport, a 46s791
9º) Alex Pires (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, a 58s672
10º) Dudu Costa (SP/Kawasaki), Mobil Ituran Racing Team, a 1min02s611
11º) Marcelo Dias (BA/Honda), Aclat Racing, a 1 volta
12º) Marcos Fortunato (SP/Kawasaki), Sport Plus Racing, a 1 volta
13º) Antonio Télvio (RJ/Kawasaki), Team De Grandi, a 1 volta
14º) Walteny Amaral (RJ/Kawasaki), Team De Grandi, a 1 volta

CLASSIFICAÇÃO
Após seis das oito etapas, a classificação do Moto 1000 GP na GP 600 é a seguinte:

1º) Gerardo, 102;
 2º) Sampaio, 89; 
3º) Silva, 84; 
4º) Veríssimo, 68; 
5º) Martínez, 53;
 6º) Solorza, 52; 
7º) Laurentys, 46;
 8º) Pires, 44; 
9º) Oliveira, 40; 
10º) Santin, 35
Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *