harley-prateada

Harley-Davidson divulga resultados do segundo trimestre de 2013

América Latina registra aumento de 39,2% nas vendas em relação ao ano passado, maior expansão dos mercados da empresa

Fonte: Print Press
A Harley-Davidson acaba de divulgar o balanço global do segundo trimestre de 2013, período no qual obteve um aumento de 13,1% no lucro com as vendas de motocicletas. Com o resultado, mantém-se o ritmo crescente no volume de operações, em comparação com os mesmos meses do ano passado. O desempenho foi avaliado de forma positiva pela empresa, que também registrou incremento na comercialização de peças, vestuário e acessórios oficiais da marca, e continua expandindo a rede de concessionárias no mundo.
O lucro líquido no segundo trimestre atingiu US$ 271,7 milhões, totalizando uma receita de US$ 1,79 bilhão. Em igual período de 2012, o lucro foi de US$ 247,3 milhões, com valor consolidado de US$ 1,73 bilhão. O preço das ações entre abril e junho de 2013 aumentou para US$ 1,21, comparado com US$ 1,07 no mesmo trimestre do exercício anterior.
Durante o primeiro semestre, o lucro líquido da Harley-Davidson foi de US$ 495,9 milhões, em uma receita consolidada de US$ 3,37 bilhões, comparados aos US$ 419,3 milhões e receita de US$ 3,16 bilhões obtidos em período semelhante em 2012. De janeiro a junho de 2013, a empresa apresentou lucro diluído por ação de US$ 2,20, valor superior ao US$ 1,81 no mesmo período do ano passado.

“A Harley-Davidson apresentou grande desempenho financeiro no segundo trimestre, refletindo os investimentos em operações que fizemos nos últimos anos, assim como a força da nossa marca mundialmente. Nossos colaboradores, concessionários e fornecedores continuam realizando um excelente trabalho, unindo esforços enquanto time e seguindo em uma única direção para entregar a melhor experiência aos nossos clientes”, analisa Keith Wandell, presidente e CEO da Harley-Davidson.
“Durante o segundo trimestre, completamos nosso primeiro ano de produção temporária em York (Estados Unidos) com muito sucesso. Também alcançamos a marca de mil concessionárias internacionais. Após a abertura da loja de Salvador, chegamos a 104 distribuidores da Harley-Davidson fora dos Estados Unidos, desde 2009, atingindo antecipadamente nossa meta de expandir para 100/150 novos pontos de venda até o fim de 2014”, complementa o executivo.

A Harley-Davidson mantém a expectativa de enviar entre 259.000 e 264.000 motocicletas para concessionárias e distribuidores de todo o mundo em 2013. No terceiro trimestre de 2013, a companhia espera embarcar entre 51.000 e 56.000 motocicletas, sendo que no mesmo período em 2012 registrou 52.793 vendas. A Harley-Davidson segue com a meta de margem bruta para 2013 variando entre 35,25% e 36,25%. A empresa também confirma a previsão de despesas de capital subindo de US$ 200 milhões em 2012 para US$ 220 milhões em 2013

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *