bmw-esportiva

BMW confirma saída do Mundial de Superbikes ao final desta temporada

Foco da montadora Bávara será desenvolvimento de motos com menos de 500cc a partir de 2014.

Publicado em Sobremotos, quarta, 24 Julho 2013.
Resultados da equipe oficial BMW no Campeonato Mundial de Superbikes foram razoáveis, mas aquém da expectativa e dos investimentos realizados pela fabricante alemã.
A BMW emitiu nota oficial hoje declarando que encerrará suas atividades esportivas no Campeonato Mundial de Superbikes ao final desta temporada e que passará, entre outras ações estratégicas, a desenvolver motos abaixo de 500cc.
Stephan Schaller, Diretor Geral da BMW Motorrad, assina a nota onde consta que: “A BMW Motorrad Motorsport ao final desta temporada vai terminar seu compromisso com o Campeonato Mundial de Superbikes. Este passo é consistente com o realinhamento estratégico da nossa marca. A BMW Motorrad vai se concentrar ainda mais na expansão da sua gama de produtos, agora mais calcada em motos acima de 500cc para segmentos abaixo de 500 cc, e-mobilidade e no desenvolvimento do potencial dos mercados de economias emergentes, como o Brasil e Ásia . Somente a pessoa que atua de forma consistente, hoje, está preparada para os desafios de amanhã”.

A BMW Motorrad Motorsport estreou no Campeonato Mundial FIM de Superbikes em 2009. Até o momento, o fabricante alemão conquistou 11 vitórias e 33 pódios com a versão de corrida da BMW S 1000 RR. Resultados razoáveis, mas bem aquém da expectativa e dos investimentos realizados pela fabricante alemã.

Tendo estreado no mesmo ano, e com investimentos bem menores, a Aprilia conquistou dois títulos mundiais, em 2010 e 2012 com Max Biaggi, demonstrando ser uma moto superior. A Yamaha levou o título em 2009 com Ben Spies e a Ducati em 2011 com Carlos Checa.
Neste ano, novamente a Aprilia é favorita ao título mundial, desta vez com Sylvain Guintoli, que vem liderando o campeonato até agora. O melhor piloto com BMW é Marco Melandri, que ocupa a terceira posição na classificação geral, 32 pontos atrás de Guintoli.

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *