0f8e656836cbb258d72ac9ce3ecb98d0

Moto 1000 GP: volta a Interlagos enaltece maior polo brasileiro da motovelocidade.

Com três aparições no calendário, Autódromo José Carlos Pace recebe provas da terceira etapa do Campeonato Brasileiro.
Fonte: Grelak Comunicação
A homologação do Moto 1000 GP como único Campeonato Brasileiro de Motovelocidade não tirou do Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo (SP), a condição de principal centro nacional do esporte. O circuito da Zona Sul da capital paulista receberá neste domingo (23) as provas da terceira das oito etapas da competição, levando à pista 133 pilotos nas cinco categorias – GP 1000, GP Light, GP Máster GP 600 e GPR 250.
 Interlagos recebeu duas etapas do Moto 1000 GP em 2011. Outras duas aparições no traçado paulista de 4.309 metros abriram as temporadas de 2012 e de 2013. E, neste ano, haverá um terceiro evento em São Paulo – na sexta das oito etapas, marcada para dia 22 de setembro. As outras cinco etapas do campeonato foram distribuídas entre as pistas de Curitiba e Cascavel (PR), Brasília (DF), Santa Cruz do Sul (RS) e Goiânia (GO).
“Somos um Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, homologado pela Confederação Brasileira de Motociclismo, e nessa condição eu entendo que o Moto 1000 GP deva ter provas no Brasil inteiro”, considera o diretor do evento, Gilson Scudeler. “Mas não há como não contemplar Interlagos de uma forma especial, até por uma questão logística que beneficie as equipes. Por isso, das nossas oito etapas, três acontecem em Interlagos”, acrescenta.

Scudeler reconhece a relevância de São Paulo no calendário não só sob o ponto de vista logístico. “É, e sempre foi, o principal polo da motovelocidade do país, foi de São Paulo que saíram os principais pilotos brasileiros para fazer história no exterior, como Adu Celso e Alexandre Barros. O ideal, no meu ponto de vista, é termos três etapas no eixo Rio-São Paulo, mas o Rio não tem mais autódromo. Assim, optamos por três etapas em Interlagos”, acrescenta.
A programação de treinos em Interlagos terá início nesta sexta-feira (21), com duas sessões livres para cada categoria. No sábado (22) haverá mais dois treinos livres, além das tomadas de tempo, definindo o grid de todas as provas – os treinos classificatórios serão transmitidos ao vivo pelo site do evento, o moto1000gp.com.br. No domingo, os ingressos de arquibancada vão custar R$ 10 e os que dão acesso à área de paddock serão vendidos a R$ 35.

  PROGRAMAÇÃO DO MOTO 1000 GP
Sexta-feira, 21 de junho
12h00 – primeiro treino livre da GPR 250 (25 minutos)
12h35 – primeiro treino livre da GP 600 (25 minutos)
13h10 – primeiro treino livre da GP 1000 (25 minutos)
13h45 – primeiro treino livre do grupo A da GP Light/GP Máster (20 minutos)
14h10 – segundo treino livre do grupo B da GP Light/GP Máster (20 minutos)
14h40 – segundo treino livre da GPR 250 (25 minutos)
15h15 – segundo treino livre da GP 600 (25 minutos)
15h50 – segundo treino livre da GP 1000 (25 minutos)
16h25 – segundo treino livre do grupo A da GP Light/GP Máster (20 minutos)
16h50 – segundo treino livre do grupo B da GP Light/GP Máster (20 minutos)

Sábado, 22 de junho
8h30 – terceiro treino livre da GPR 250 (25 minutos)
9h05 – terceiro treino livre da GP 600 (25 minutos)
9h40 – terceiro treino livre da GP 1000 (25 minutos)
10h15 – terceiro treino livre do grupo A da GP Light/GP Máster (20 minutos)
10h40 – terceiro treino livre do grupo B da GP Light/GP Máster (20 minutos)
11h10 – quarto treino livre da GPR 250 (25 minutos)
11h45 – quarto treino livre da GP 600 (25 minutos)
13h00 – quarto treino livre da GP 1000 (25 minutos)
13h35 – treino pré-classificatório do grupo A da GP Light/GP Máster (20 minutos)
14h00 – treino pré-classificatório do grupo B da GP Light/GP Máster (20 minutos)
14h30 – treino classificatório Q1 da GPR 250 (20 minutos)
14h55 – treino classificatório Q1 da GP 600 (20 minutos)
15h20 – treino classificatório Q1 da GP 1000 (20 minutos)
15h45 – treino classificatório Q1 da GP Light/GP Máster (15 minutos)
16h05 – treino classificatório Q2 da GPR 250 (10 minutos)
16h20 – treino classificatório Q2 da GP 600 (10 minutos)
16h35 – treino classificatório Q2 da GP 1000 (10 minutos)
16h50 – treino classificatório Q2 da GP Light/GP Máster (15 minutos)

Domingo, 23 de junho
8h50 – warm up da GPR 250 (10 minutos)
9h10 – warm up da GP 600 (10 minutos)
9h30 – warm up da GP 1000 (10 minutos)
9h50 – warm up da GP Light/GP Máster (10 minutos)
10h50 – largada da GPR 250 (8 voltas)
11h50 – largada da GP 600 (12 voltas)
12h20 – show de wheeling (50 minutos)
12h30 – visitação aos boxes (30 minutos)
13h40 – largada da GP 1000 (15 voltas)
14h35 – largada da GP Light/GP Máster (12 voltas)
15h15 – Motopasseio.

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *