arena-curitiba-2

ARENA CROSS – Grandes disputas na etapa de abertura do Arena Cross

Casa cheia, clima agradável e grandes corridas foram o cenário da etapa de abertura da temporada 2012 do Arena Cross, realizada neste sábado (04), no Bio Parque de Curitiba (PR).
Foi a primeira vez que a competição realizou uma prova na Capital e o público curitibano compareceu em peso, vibrando com as disputas das cinco categorias – 50cc, 65cc, Júnior, MX2 e PX Pró – que tiveram muitas quedas e ultrapassagens emocionantes.
Com o apoio da torcida, Adam Chatfield #407 da MX Pró e Rafael Faria #116 da MX2, venceram a etapa inédita. Na Júnior, Fábio dos Santos #87 começou o campeonato com o pé direito e nas categorias mirins 50cc e 65cc, Gabriel Andrigo #10 e Arthur Todeschini #3 saíram vitoriosos.

A 50cc abriu as provas da noite com Gabriel Andrigo liderando de ponta a ponta na pista curitibana. Rafael Araújo #99 que vinha na 2ª posição chegou a ameaçar o líder algumas vezes, mas cometeu alguns erros e acabou perdendo a posição para Carlos Pereira “Dadalzinho” #1, que vinha em 3º. Os três Subiram ao pódio com Andrigo no lugar mais alto, Dadalzinho em 2º e Araújo completando na 3ª classificação.

Na 65cc, a cena se repetiu, agora com o catarinense Arthur Todeschini #3 liderando. Renato Muguinho #101disputou a ponta com Todeschini, mas caiu e acabou perdendo a posição para Leonardo Nunes #15. Todeschini também chegou a cometer um erro e por conta disso quase perdeu a liderança, mas conseguiu levar a primeira bandeirada vencendo também de ponta a ponta. Renato Paz conseguiu recuperar o ritmo terminando em 2º e Thiago Brenner acabou a prova na 3ª posição.


Leonardo de Souza #45 fez o holeshot da categoria, seguido de Ricardo Jurça #991, Vitor Almeida #111, Gustavo Pessoa #117 e Fábio dos Santos #87. Souza e Jurça disputaram a liderança lado a lado, mas Jurça despontou o adversário e tomou a ponta. Pessoa alcançou o líder, mas caiu indo parar em 4º. Fábio dos Santos já estava na 3ª posição e com ritmo forte aproveitou o erro de Pessoa e alcançou o líder, disputando e conquistando a vitória. Fábio dos Santos venceu, Ricardo Jurça terminou em 2º e Gustavo Pessoa em 3º.

Hector Assunção largou na frente, com Rafael Faria #116 na 2ª posição, Endrews Armstrong #12 e o americano Sean Lipanovich #505 vindo atrás. Thales Vilardi #27 caiu ainda no início da prova indo para a 12ª posição, que o obrigou a fazer uma prova de recuperação. Dudu Lima #2 também sofreu uma queda e abandou a prova na 16ª volta. Gabriel Gentil #6, Lipanovich e Armstrong se envolveram num acidente e perderam posições. Hector Assunção vinha liderando, mas também caiu e perdeu a ponta para o paranaense Faria, que a administrou até o fim. Anderson Amaral #83 que vinha em 3º também se aproveitou do erro de Assunção e subiu uma posição, levando a bandeirada final na 2ª posição. Hector Assunção completou o pódio. “Estou feliz em começar o campeonato com uma vitória. Tenho treinado muito para isso. Agora é focar na próxima etapa para administrar até o fim essa vantagem”, comemorou Faria.

Vindo da liderança do classificatório, o curitibano Jean Ramos #998 foi quem fez o holeshot das duas baterias da MX Pró. Disparado na frente da primeira prova da categoria, o piloto saiu seguido do conterrâneo Leandro Silva #14, do inglês Adam Chatfield #407 e do venezuelano Humberto Martin #101. O espanhol Carlos Campano não largou bem, mas logo chegou para disputar as primeiras posições. Na prova de estreia, Campano ultrapassou um a um e chegou com facilidade na 2ª posição disputando a liderança. Mesmo ameaçado pelo estrangeiro, Jean Ramos sentiu-se bem a vontade na pista de casa e conseguiu se afastar do perigo e vencer a corrida. Atrás, conclui a prova Carlos Campano em 2º e Adam Chatfild na 3º classificação. O “japonês voador” Eduardo Saçaki, que retornou oficialmente às corridas na etapa de abertura, não concluiu a prova.
Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *