moab

Quanto custa manter uma moto?

Gastos vão além do valor pago pelo veículo na concessionária e é preciso estar atento a eles.
Publicado por: Eric Ferreira – Diario de Pernambuco, em 10/06/12.
É comum ver motociclistas que falam da sensação de liberdade que a pilotagem dá. No entanto, nem só de prazeres vive quem pilota uma moto. Depois de realizar a compra do veículo, é preciso continuar colocando a mão no bolso para manter financeiramente a máquina de duas rodas.
A gerente de RH Margarida Coelho, de 44 anos, sabia que seus gastos com a moto continuariam depois que ela saísse da concessionária. Proprietária de uma Suzuki Intruder 125, ela afirma que comprou a moto já pensando na economia do veículo. “Gasto, em média, R$ 20 de combustível a cada 15 dias. Fora isso, tem a troca de óleo, que me custa cerca de R$ 30 a cada dois meses e meio”, conta Margarida. “É claro que o fato de eu trabalhar a quatro quilômetros de casa também ajuda na economia, mas a moto consome pouco mesmo”.

O bolso do designer gráfico Nelson Wilson, 28, também não sofre com a manutenção da moto. Dono de uma Honda CB 500, Nelson fala que, como utiliza a moto mais nos finais de semana, o orçamento não fica tão apertado. “São R$ 30 a R$ 40 semanais de gasolina. Todo mês, a troca de óleo e de filtro sai por R$ 60”, conta. “Tenho a moto há seis meses e fiquei surpreendido com a economia. Pensei que sairia mais caro”.
Veja o guia com custos para manter uma moto que o Vrum preparou para que seu orçamento não seja pego por surpresas.
IPVA: O valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é de 2% do valor estimado da moto. Se você comprar uma máquina no valor de R$ 10 mil, terá de pagar anualmente taxa de R$ 200. Mas o valor do imposto é dividido por 12, pois é proporcional aos meses do ano. Se a moto for comprada em julho, você só terá de pagar metade do valor.

Seguro DPVAT: Quem tem moto também paga anualmente o valor de R$ 279,27 referente ao Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres.
Seguro contra roubos: Tendo como base um proprietário imaginário do sexo masculino, de 27 anos, o valor para uma moto de 150 cilindradas fica por volta dos R$ 900. O de uma 300 cilindradas, R$ 2.200. Já o seguro de uma motocicleta de 600 cilindradas gira em torno de R$ 5.400.

Consumo combustível: É preciso ficar atento ao consumo da motocicleta, que geralmente vem indicado no manual, e tentar fazer uma estimativa de gasto comparando o consumo da moto com a distância percorrida diariamente.
Troca de óleo: De acordo com o gerente de pós-venda da Pernambuco Motos, Moab Barros, se a motocicleta for utilizada apenas como transporte de casa para o trabalho, basta trocar o óleo a cada 4 mil Km. “Mas se o uso for mais severo, é recomendado trocar a cada 1.500 Km”, diz. O preço do litro de óleo gira em torno de R$ 20.
Filtros de ar e óleo:  Moab Barros aconselha que seja trocado a cada 12 mil Km. O item custa, em média, R$ 17. Já o filtro de óleo também custa em torno de R$ 17 e, segundo Moab, deve ser trocado quando o óleo for renovado.

Pastilha e fita de freio: o gerente de pós-venda da Pernambuco Motos diz que o prazo para troca dos itens depende do uso que o condutor faz da moto. “Mas, geralmente, é bom trocar a pastilha com 16 mil Km e a fita com 8 mil Km”. Para uma moto de baixa cilindrada, o preço da pastilha é, em média, R$ 90 e o da fita, R$ 30.

Alinhamento:  Moad destaca que, em caso de pequenos empenos na roda da moto causados por alguma colisão, um alinhamento pode resolver.
“Em rodas normais, o serviço sai por R$ 20. Se for de liga leve, fica por R$ 50”.
Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *