kasinki-150

Custom até 250cc.

O Site WIKIligue Beta diz que o termo “custom” vem do verbo inglês to customiza (customizar). e que se refere a personalização de um produto que foi criado em série de forma industrial e impessoal e que oferece  possibilidade de modificação  de acordo com o gosto do dono.
As principais características destas motos são: garfos dianteiros inclinados para a frente,banco baixo,padaleiras avançadas, tanque em posição parelela ao chão, muitas peças cromadas e brilhantes, posição confortável para pilotar  e fazer grandes viagens. Desta forma são também chamadas de estradeiras.
São inspiradas nas motos americanas dos anos 50 e 60. daí que sempre que se fala em moto custom me vem á mente uma Harley Davison  e você o que pensa?
Mas neste artigo queremos falar das menores e que são fabricadas no Brasil, temos várias opções, pois vamos lá:
Começaremos pela caçulinha kasinski Mirage 150, apresentada no Salão Duas Rodas 2009 e lançada em 2010. possui rodas de liga leve, freio dianteiro a disco, suspensão Showa, tanque de 13 litros, potência de 13.4 cv e sysse bar de série com suporte para instalação de baú. Vem nas cores preta, azul e bordeux. O motorzinho é chinês mas dizem que com tecnologia italiana, o preço?  r$ 5.390,00 sem frete.
Comentário do Nilson: Ano e modelo 2010, linda com tudo em cima e sem injeção eletrônica, é uma pena!

Suzuki Intruder 125 cc.
Não chega a ser uma Custom no sentido pleno. Apresenta alguns cromados. Acho que entrou em linha no lugar da irmã maior que teve a sua produção descontinuado no Brasil a alguns anos.Acho que é a menorzinha de todas. Mas vamos ao dados: Rodas de liga leve, freio dianteiro a disco, tanque de 10,3 litros, potência de 13 cv . O site do fabricante diz que já vem completa de fábrica . Isso me leva a crê que vem pelo menos com o bagageiro. Partida elétrica deveria não ser opcional. Preço? r$ 5.375,00
Comentário do Nilson: Se você está a fim de uma 125 para sair do lugar comum eis aí uma boa opção. Ela ainda pode vir com a opção “moto de trabalho” versão Cargo. Desvantagem geral: ainda é carburada. A Suzuki tem que aprender com a irmã maior (Honda) a injetar motos de baixa cilindrada.

Dafra Kansas 150cc
A Dafrinha é um chuchuzinho você não acha? A marca é nova mais tem planos ambiciosos e a sua pequena custom chama a atenção. Tem bastante cromado mas o estilo não chega a ser retrô como  outras custom.Esta a exemplo da kasinski também vem com freio dianteiro a disco, rodas de liga leve, suspensão da marca Showa e bagageiro. Está disponível nas cores laranja, preto e prata. Vem ainda com indicador de marcha sobre o tanque de combustível com capacidade para 12 litros e pisca-alerta. As 150 cc do motorzinho chinês Zongshen  da Kansas desenvolvem segundo o fabricante 13.1 cv a 8400 rpm. Quanto ao preço, lá no site da montadora está escrito em letras miudinhas r$ 4.990,00. Sendo assim mesmo sem dúvida está bastante competitivo.

Comentário do Nilson: O motor de 150 cc, me parece ser o mesmo da Kasisnki Mirage  e 13 cv é uma potência rasoável para a proposta da maioria das motos custom de baixa cilindrada. Falta só saber quando a Dafra vai dispor de injeção eletrônica para toda a sua linha também.

Traxx Shark 250cc.
Pode ser um tubarão de rodas ou quem sabe um pedaço de jabá (charque). claro que quem escolheu o nome quis fazer uma associação com o rei dos mares. Tem quem diga que ela é feia! eu porém cheguei perto dela no Salão Duas rodas 2009, em São Paulo e a achei atraente, reluzente, bonita! É verdade que ´tem origem chinesa, (China South Industry Corporation Group
 CSICG), mas a Traxx  informa no seu site que a está produzindo por aqui (Manaus)desde o ano passado (2009).Moto encorpada, possui bastante cromado como convém a uma custom. 2 escapamentos sobrepostos do lado direito, faróis auxiliares, roda de liga leve freio dianteiro a disco,  tanque de 11 litros, motor com 2 cilindros em linha, que produz  e 19.1 cv. a 8000rpm. Quem testou diz que não faz feio em relação a potência e que por ser ágil é ótima para transito urbano.
Comentário do Nilson: como pode se vê mais uma opção e com aspectos estéticos relevantes. a Traxx anuncia garantia de dois anos. A rede de concessionárias no entanto ainda é pequena, por outro lado a fabricante dá dois anos de garantia. Tenho contra a fato de ser disponibilizada em amarelo/preto e não haver informação de outras cores no site. O tanque minúsculo para a proposta de uma estradeira. Também não tem informação de consumo Km/l, mas com certeza a autonomia não é das melhores. Injeção eletrônica? também não, mas o preço informado é bom: r$ 9.257,00.

Garinni GR250T3:

A chamada do Site UOL carros do dia 07 de dezembro próximo passado diz: “Garinni é custom chinesa que queria ser Harley” De todas que apresentamos aqui a Garinni é verdadeiramente a mais custom. vendo a de perto tem-se a impressão que está diante de uma moto de cilindrada bem maior. Já vem de fábrica com Syssi bar, alforges, faróis auxiliares. para-brisa, alarme, partida por controle remoto, protetor e mata-cachorro. O motor muito custom é  bicilindrico  de origem chinesa em “V” e fornece 24.1 cv a 8000 rpm. Escapamentos sobreposto e devidamente cromados, freio dianteiro a disco em roda de liga leve, instrumentos sobre o tanque de combustível de 12.9 litros e transmissão por corrente.

Comentário do Nilson: É uma linda moto e vem nas cores preta e prata. Se você morar em Brasília não sei como fazer pra adquirir uma pois a revenda fechou no fim do ano passado (2009) e  a rede de concessionárias ainda é pequena. Ah!!!!!!!!!!Ia me esquecendo: também não tem injeção eletrônica de combustivel.

Kasisnki  Mirage 250:
A marca Kasisnki foi fundada pelo seu Abraão Kasisnki nos anos 90; aquele simpático senhor de mais de 80 anos ex dono da fábrica de auto peças  Cofap.Lá pelos 80 ele se emputeceu, vendeu a Cofap e disse pra todo mundo que ia descansar…Mas o seu descanso durou pouco. Logo logo estava o  irrequieto velhinho abrindo uma montadora de motocicleta. Para tanto fez uma parceria com a coreana Hionsong. Desta parceria surgiram as motos de 250 e 650 cc atuais da Kasisnki, que a bem da verdade agora pertence a CR( Cláudio Rosa, ex sundawm) Zongshen, Chinesa. Para uma melhor compreensão: a marca Kasinski foi mantida, porém pertence a uma parceria Sino-Brasileiro CR ZONGSHEN.

Devidamente apresentados vamos á moto: A Mirage 250 é uma moto Bonita e robusta. Na minha opinião não é assim tão custom quando a Garinni 250, mas vamos aos destaques: Acendimento automático dos faróis, pisca- alerta, três opções de cor, freio a disco, roda de liga leve e rede considerável de concessionárias (aqui em Brasilia já tem duas).
Comentário do Nilson: A meu ver esta  pode ser a mais estradeira destas custom até 250 cc apresentadas aqui. pois possui o motor V2 de 30.9 cv, com um tanque de 14 litros. O Aldo Tizzani do site moto.com diz que em teste ela fez uma média de 23 km/l, em percurso misto, com uma autonomia aproximada de 300km. A moto veja só, é  a única injetada desta categoria. E o preço? no site está falando que a partir de r$ 13.400,00 com pintura sólida.
E desta forma encerramos a apresentação das motos custom até 250cc fabricadas ou montadas no Brasil. Claro que não falamos de todas, mas não era a nossa intenção esgotar o assunto.
Se você tiver dúvida,crítica ou sugestão não se faça de rogado (a).  Por favor entre entre em contato conosco: [email protected], ou 61 4101 3876.
Um abraço,
Nilson Silva.

 


Tags: No tags

23 Responses

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *